TEC mostra evolução no segundo jogo-treino da preparação pro Paranaense 2019

TEC mostra evolução no segundo jogo-treino da preparação pro Paranaense 2019

Na tarde desta quarta-feira, 19 de dezembro, o Toledo Esporte Clube empatou em 1 a 1 com o 3 de Febrero de Ciudad del Este do Paraguai.

 

O TEC mostrou que em apenas 2 dias a mais de treinamento já existe evolução tanto na parte física quanto na parte técnica e tática, se compararmos o desempenho do jogo de hoje ao desempenho do primeiro jogo contra o Cianorte em que fomos derrotados por 3 a 0. Isso traz esperança e confiança ao torcedor para o ano que vem.

 

Hoje o TEC entrou em campo com André Luiz (goleiro), Everton, Eduardo, Fandinho e Adriano (defesa), Netto, Pacato e Jhonathan (meio-campo), Marcelinho, Tiaguinho e William (ataque). O primeiro tempo começou muito pegado, com as duas equipes marcando muito forte.

 

O TEC logo foi dominando a posse de bola e começou a criar oportunidades claras de gol, jogando pelas laterais com os sempre velozes laterais Adriano e Everton. O time já começava a demonstrar um padrão tático ao gosto do Professor Agenor. O dominío, no entanto, não resultou em gol e as equipes foram para o intervalo no 0 a 0.

 

No segundo tempo, com somente a entrada do goleiro Thiago no lugar do André Luiz, o TEC aumentou ainda mais a pressão. Foram diversas oportunidades em cobranças de falta (que se multiplicavam a esta altura do jogo) e cruzmentos na área. Faltava somente paciência para tocar mais a bola e arrendondá-la pros atacantes colocarem pra dentro.

 

E foi justamente quando o gol do TEC parecia questão de tempo que o 3 de Febrero acabou aprontando. Um belo gol na entrada da área, na forquilha do goleiro Thiago, impossível de defender. “Un golazo”, temos que reconhecer!!

 

Depois do gol paraguaio só deu TEC novamente. Foi bola na trave, pênalti não-marcado, goleiro defendendo à queima-roupa… O Professor Agenor foi fazendo mudanças, afinal o resultado ainda não é o mais importante, o time precisa rodar e ser avaliado… Mas quem disse que jogador gosta de perder jogo?

 

Com as entradas de Julio, Paulo Careca e Christian o fôlego foi renovado… e na pressão, William foi derrubado aos 38′ desse 2º Tempo e, enfim, o juiz assinalou a marca do cal. Na cobrança o camisa 10, Pacato, não desperdiçou e o placar estava em igualdade.

 

O fim do jogo já estava próximo mas ainda houve tempo para mais pressão. No entanto, os paraguaios conseguiram segurar o empate até o fim e o jogo terminou em 1 a 1.

 

Perguntado no fim do jogo, o Professor Agenor deu sua análise: “Tivemos um bom primeiro tempo, com a equipe mostrando muita evolução no plano tático. O primeiro jogo contra o Cianorte tudo deu errado, e claro a equipe do Cianorte tem muita qualidade também. Mas hoje, apesar da forte marcação da equipe paraguaia, tivemos nossas oportunidades e faltou pouco para não fazermos mais gols. Vamos continuar nosso trabalho e buscar evoluir ainda mais pra dia 20 estarmos prontos pra enfrente o Cascavel”.

 

 

Texto: Assessoria de Impresa do Toledo Esporte Clube.